Municípios abrangidos pela barragem, entidades públicas e privadas que possuem projetos aprovados em leis de incentivos fiscais têm até o dia 30 de junho para cadastrar as iniciativas no site da Foz do Chapecó Energia. Os projetos inseridos no site até essa data irão participar da primeira seleção da empresa, que ocorre na primeira quinzena de julho.

Acesse o site aqui

Para participar da seleção, os projetos devem ser desenvolvidos prioritariamente em Águas de Chapecó, Caxambu do Sul, Guatambu, Chapecó, Paial e Itá, São Carlos e Palmitos, em Santa Catarina; e Alpestre, Rio dos Índios, Nonoai, Faxinalzinho, Erval Grande e Itatiba do Sul, no Rio Grande do Sul; que são os municípios abrangidos pela usina hidrelétrica Foz do Chapecó. São analisados quesitos como a importância para a comunidade, educação ambiental, envolvimento com outros instituições e empresas e a sustentabilidade da proposta.

Não participam da seleção projetos que contemplem audiovisuais; impressos; que contenham práticas políticas ou discriminatórias;  que promovam causas pessoais ou que estejam vinculadas a proponentes cujos projetos anteriores não se comprovaram autossustentáveis ou efetivos em seus objetivos.

Os projetos cadastrados devem estar obrigatoriamente aprovados em leis de incentivo, que são: Fundo do Idoso; da Criança e do Adolescente; Leis do Esporte e Rouanet; Programas Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (Pronon) e/ou de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência (Pronas/PCD).

No ano passado, a Foz do Chapecó destinou R$ 1,8 milhão para 21 ações que envolvem aulas de contraturno escolar de dança, teatro, circo, futebol, xadrez, atividades para idosos e reformas de centros culturais nos municípios abrangidos pela barragem. A segunda seleção do ano ocorre em novembro.

Qualquer dúvida pode ser encaminhada pelo Fale Conosco, no site da empresa.

*Com informações da Ascom Foz do Chapecó