A frederiquense Mariana Bigolin Groff, que integra o projeto Meninas Olímpicas, embarcou na noite deste domingo, 8, para Florença, na Itália, onde participará, junto com outras três integrantes da equipe olímpica feminina de matemática, da 7ª European Girls’ Mathematic Olympiad (EGMO). A Olimpíada acontece entre 9 e 15 de abril.

Algumas informações do site oficial da Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), contam que o bom desempenho do Brasil nas olimpíadas internacionais de Matemática fez com que o país fosse convidado para participar com uma equipe feminina da EGMO em 2017. No ano passado, as competidoras conquistaram duas medalhas de bronze e uma menção honrosa. Não bastasse, a equipe ainda conquistou a segunda melhor colocação da América Latina no ranking de equipes da EGMO, e a 26ª posição no quadro geral. Leia todas as matérias sobre as Meninas Olímpicas na nossa seção especial Mariana é Frederico Westphalen, Rio Grande do Sul e o Brasil na EGMO
Estudante matriculada na Escola Estadual de Ensino Médio Cardeal Roncalli, Marina Bigolin é filha de uma das idealizadoras do projeto Meninas Olímpicas Nara Bigolin e já conquistou mais de 40 medalhas em olimpíadas científicas de Matemática, Química, Física, Informática, Astronomia, Literatura e Geografia, sendo 5 medalhas em olimpíadas internacionais de Matemática.

A jovem começou sua trajetória com uma medalha de ouro na OBMEP em 2013 e nas olimpíadas internacionais em 2014 na Olimpíada Internacional de Maio, que abrange países da América Latina, de Portugal e Espanha. Em 2015 da Olimpíada Lusofonia, que participam países de língua portuguesa. Já em 2016 ela esteve no Equador para participar da Cone sul, em que participam os países da América Latina. No ano passado, em 2017, Mariana participou da EGMO na Suíça, em Zurique, onde participaram mais de 50 países, obtendo medalha em todas as participações. Vale lembrar que Mariana é a única estudante de escola pública, as outras três integrantes da equipe estudam nas três melhores escolas privadas.