Em meio a um período de estiagem, a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) identificou que o índice médio de perda de água é 45% do total captado para abastecer os municípios de Frederico Westphalen e Caiçara. O índice, preocupa profissionais da área e o Ministério Público de FW, e após reunião virtual realizada nesta terça-feira, 24, foi definida a chegada de uma equipe de trabalho da companhia para avaliar e corrigir este problema.

O tema foi exposto pelo promotor de Justiça de Frederico Westphalen, João Pedro Togni, durante audiência com a imprensa na tarde desta quarta-feira, 25. Segundo Togni, além de uma visita aos locais de captação de água, também foi verificado com a gerência local da companhia, que, deste percentual, 25% equivale a perdas físicas (vazamentos durante o processo), e 20% a perda comercial (desde “gatos”, a ligações conquistadas por meio judicial).

– Conhecemos os mecanismos de captação dos Rios Fortaleza e Pardo e se constatou a necessidade de apuração desses vazamentos para diminuir a perda física e de água, até com certa brevidade. Nessa reunião ficou acordado que a Corsan irá disponibilizar para a região, começando pelo município de Frederico Westphalen, uma equipe para fazer essa avaliação, desde a sua captação, até os locais de tratamento. Para verificar esses vazamentos e realizando a correção ainda neste ano – destacou o promotor.

Ainda conforme Togni, a Corsan se comprometeu a contratar uma empresa para tratar do assoreamento dos córregos e limpeza dos locais de captação de água. “Isso irá garantir uma maior capacidade a Corsan para distribuir água a população de Frederico Westphalen”, disse Togni. De acordo com o promotor, esta demanda deverá acontecer ainda no primeiro semestre de 2021.

Todos os envolvidos buscam urgência na resolução dos vazementos e evitar perdas, por isso, há uma perspectiva de que estes trabalhos sejam concluídos ainda em 2020. “Essa equipe vem, corrige e a ideia é que no início de 2021, a questão dos vazamentos esteja contornada ou minimizada em grande parte”, explicou o promotor de Justiça.

Próximos municípios de atuações

Mesmo ainda sem ter desembarcado em Frederico Westphalen, há uma expectativa de que os próximos destinos dessa força-tarefa sejam os municípios de Iraí e Vicente Dutra. “O foco no momento é Frederico Westphalen”, lembrou Togni.