O início da partida contra o Novo Hamburgo, na tarde desse domingo, 2, na Arena, pela semifinal do 2º turno do Gauchão, indicava que seria mais um jogo tranquilo para o Grêmio. Diego Souza abriu o placar com menos de um minuto e Maicon ampliou aos 22. Porém, o Novo Hamburgo não se abalou e foi buscar a igualdade no marcador, aina na etapa inicial, com gols de Zé Mário, a 30 minutos, em cobrança de falta, e Kayron, em jogada que iniciou no erro de Matheus Henrique, que escorregou ao tentar sair jogando.

Com postura mais defensiva no segundo tempo, o Novo Hamburgo voltou a ficar atrás no placar aos 13, quando Diego Souza marcou o terceiro gol do Grêmio em jogada de Guilherme Guedes, pela esquerda. Novamente em vantagem no marcador, o tricolor controlava a partida, com mais posse de bola, mas foi surpreendido novamente aos 33 minutos, com a marcação e pênalti para o Novo Hamburgo, cometido por Jean Pyerre depois de escanteio cobrado pelo lado esquerdo. Zé Mário converteu, marcando o segundo dele no jogo e empatando o duelo.

O gol da vitória e da classificação do Grêmio veio apenas aos 45 minutos, com Luciano (que entrou no lugar de Diego Souza), aproveitando uma falha defensiva do Novo Hamburgo. Com a vitória, o tricolor garantiu a classificação para a final do segundo turno. Por ter melhor campanha, o Grêmio vai jogar o clássico decisivo contra o Inter, na quarta-feira, 5, na Arena.