Inseridas nas comemorações dos 30 anos do Centro Cultural 25 de Julho, de Frederico Westphalen, neste sábado, 31, a entidade realizou homenagens, marcando o fim das programações comemorativas do mês. O Centro Cultural 25 de Julho foi fundado em 17 de julho de 1991 por integrantes da etnia alemã do município.

Neste sábado, 31, na sede da entidade, aconteceram a inauguração da galeria de presidentes e o descerramento de placa de homenagem ao Livro Ouro. Conforme o presidente da entidade, Igor Sengers, as comemorações, apesar da pandemia, valorizam as tradições e costumes da etnia alemã. "É o momento de celebrar, agradecer de reconhecer a nossa história e o trabalho de muitas pessoas que passaram pela nossa instituição, deixaram seu legado e contribuiram para que pudéssemos estar aqui". 

Também aconteceu o fechamento da Cápsula do Tempo, com documentos, fotografias, objetos e outros registros repassados pela comunidade. A edição desta última sexta-feira, dia 30, do Jornal Folha do Noroeste também foi colocada na Cápsula. Ela será aberta nas comemorações dos 50 anos do centro cultural. 

As ações comemorativas dos 30 anos do Centro Cultural 25 de Julho contam com o patrocínio da Corsan e Sicredi.

Confira a galeria de fotos do evento.