Anualmente, mais de 40 mil pneus velhos são descartados no meio ambiente no Brasil. A alternativa para aproveitamento pode gerar dúvidas se é uma prática saudável, mas especialistas garantem que é segura e sustentável. Para pequenos espaços, a horta em pneus – até mesmo vertical – tem sido adotada para o cultivo orgânico de alface, cebolinha, salsa, pimenta, pimentão, couve, rúcula, entre outros. Além de barato, ele é prático para o plantio de hortaliças folhosas, flores, frutos e plantas condimentares.  

Para quem tem medo em relação às substâncias tóxicas que o pneu possa conter, como metais pesados e hidrocarbonetos, basta saber que elas não se desgrudam, pois ele foi feito para não liberar esses elementos, a não ser quando queimado ou submetido a atrito e temperaturas excessivamente altas. A orientação é para que o pneu seja bem lavado antes do seu uso para esta finalidade.

Outra dica é para que a horta seja instalada em local bem arejado e iluminado – já que a planta deve receber cerca de cinco horas de sol por dia –, com irrigação diária. É importante observar que algumas plantas, não gostam de outras, como a hortelã e a salsinha, pois exultam substâncias antagonistas. Entretanto, a maioria delas convivem bem uma perto da outra. Confira os passos para montar a sua horta, seguindo as orientações da Embrapa Hortaliças, do Distrito Federal.

Como fazer uma horta em pneu?*

Material:

• 2 pneus velhos aro 13;

• 1 faca bem amolada;

• 2 bacias de plástico;

• 2 tábuas de madeira de angelim de 20 centímetros de largura cada ou madeirite;

• Cola;

• Pregos;

• Arame;

• Serra.

1 - Corte os pneus transversalmente e vire-os do avesso, formando duas bacias côncavas. Molhe a faca na água para deslizar e facilitar o corte. Se o pneu for radial, use serra e depois passe as bordas em um esmeril para retirar as pontas do arame.

2 - Cada bacia pode ser dividida em três partes para o plantio. Na primeira, pode-se plantar cebolinha, coentro, salsa ou alface. Na segunda, pimenta, pimentão ou couve. E na terceira, tomate rasteiro ou cereja.

3 - Pregue as duas tábuas uma ao lado da outra, deixando meio centímetro entre elas. Coloque uma bacia embaixo do pneu para servir de reservatório. Desenhe nelas um círculo de 36 centímetros de diâmetro e serre. Cole o tampão circular na parte inferior da bacia de pneu. Quem for usar madeirite, faça 20 furos com broca de 5/16 de polegada.

*Fonte Embrapa Hortaliças