Hidratação do corpo

O organismo necessita de dois litros de água por dia. Manter o corpo hidratado é tão importante que o ser humano vive em torno de sete dias sem comida, porém somente três, sem água. Ao praticar exercícios, deve-se beber água antes, durante e depois. 

Um estudo desenvolvido no Reino Unido concluiu que o leite magro é mais eficiente na reidratação do que a água ou qualquer isotônico, bebida normalmente usada para repor líquidos e sais minerais. 

A professora de nutrição e pesquisadora do Instituto de Alimentos da Universidade de Campinas (Unicamp), Maria Teresa Bertodo, explica porque isso acontece. “O isotônico dilui pouquinho o sangue, a água dilui mais ainda e rapidamente o atleta já sente vontade de urinar e acaba perdendo a quantidade de líquido que ele ganhou. O leite tem uma digestão mais lenta e faz com que seja liberado no estômago gradativamente e melhore a hidratação como um todo”.

A proteína do soro do leite também ajuda na regeneração do músculo lesionado durante a atividade física, mas nem todos os profissionais concordam com a pesquisa. A nutricionista de Frederico Westphalen, Fernanda Ruani, disse que a água é melhor absorvida e proporciona também um melhor esvaziamento gástrico. “Além disso, a água é fundamental para que não ocorra a falta de hidratação e a perda considerável no desempenho físico. Se a atividade for extenuante, é importante que os fluidos tenham em sua composição sódio e carboidratos”, explicou. 

O preparador físico do União Frederiquense, Pedro Francke, compreende que os benefícios apresentados na pesquisa não se estendem ao período da atividade. “Não é interessante porque o leite é mais concentrado e pesa no estômago. Durante os eventos esportivos precisamos da rápida hidratação da água”, declarou.

Como acontece a desidratação

A desidratação é definida como uma perda de líquidos superior a dois por cento do peso corporal. A desidratação aumenta a tensão fisiológica e a percepção de uma pessoa quanto ao esforço necessário à realização de um exercício. À medida que o corpo se desidrata, o volume sanguíneo e a produção de suor diminuem, e a temperatura corporal aumenta. Como precisa evitar o hiperaquecimento, o corpo deve trabalhar mais para enviar o sangue até a pele e dissipar o acúmulo de calor e produzir suor. O resultado é menos líquido na corrente sanguínea para levar sangue rico em oxigênio, até os músculos de trabalho, pulmões e outros órgãos.

 

Dica de suco para hidratação 

Durante os exercícios, perde-se, com o suor, grande quantidade de potássio, que precisa ser reposto logo em seguida. Segundo o médico Waltênio Vasconcelos, professor do Hospital das Clínicas de São Paulo, o potássio é um eletrólito importante para a transmissão nervosa, a contração muscular e o equilíbrio de fluidos no organismo. Sua deficiência provoca fraqueza muscular, desorientação e fadiga. O médico indica uma receita especial.

Suco especial

200 ml de água de coco

2 talos de aipo

2 fatias médias de melão

1/2 papaia pequeno

Bater tudo no liquidificador e tomar em seguida.

Gislene Goulart