Ex-intérprete do personagem Licurgo, Luiz Antônio Dau de Souza morreu na manhã da última terça-feira, 11, aos 58 anos. Ele foi encontrado morto dentro de seu carro, no Centro de Porto Alegre. Segundo amigos, Luiz tinha diabetes e foi vítima de um infarto fulminante.

O artista teria parado o carro e reclinado o banco para descansar quando começou a sentir-se mal. Amigos relataram que agentes da EPTC tentaram acordá-lo, pois acharam que ele estivesse dormindo.

Morador de Porto Alegre e conhecido como Luizinho, era empresário no ramo de transportes. De 2008 a 2014, ele viveu o Licurgo, sendo um escudeiro de palco do Guri de Uruguaiana (Jair Kobe) em suas produções. A proposta do personagem era ser um gaúcho emo, que não falava em cena. 

Licurgo surgiu em 2008 da necessidade de Jair ter alguém para dividir o palco. "Licurgo tomou uma proporção que nós não imaginávamos. Já me reconheceram duas vezes na rua", divertiu-se Luiz, debochando de si mesmo, em entrevista ao Diário Gaúcho em 2012.

Durante esse período, Luiz era o Licurgo titular, tendo participado de vídeos virais como a versão para Thriller, de Michael Jackson, em 2009, para YMCA, com o Gurilage People, em 2011 – sempre parodiando o Canto Alegretense.  Às vezes, alguém interpretava o personagem em seu lugar, quando não podia comparecer. Atualmente, Licurgo é vivido por Vitor Leal.

*Com informações da Gaúcha ZH