Há muita gente que reclama sobre o simulador durante o processo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), afinal, muitos consideram complicado jogar um videogame daquele tamanho. Sempre existe aquele que prefere o console, (PS3, PS4, ou assim como o editor deste caderno, o PS2) e é na raça e com o controle, que Alexandre Binotto Martinazzo conquistou o troféu da Liga GrandChelem pela categoria F1B, com o game F1 2020.

Correndo pela Red Bul Racing, o frederiquense disputou pela primeira vez a competição e já garantiu o título e uma vaga para uma categoria superior do campeonato, a F1A. “Meu interesse pelo jogo surgiu no começo da quarentena, no ano passado. Já me interessava pela Fórmula 1 e assistia na TV mas nunca tinha jogado antes, então me veio a ideia de começar a jogar e comprei o jogo. Estava jogando por diversão mesmo, tanto online quanto offline, e depois de um tempo jogando achei a comunidade de um streamer na Twitch (André da Croce), e comecei a aprender mais sobre o jogo”, revelou Martinazzo.

A Liga GrandChelem vem ganhando cada vem mais adeptos e, os organizadores já estudam a possibilidade de abrir mais uma categoria para contemplar todos os interessados em participar. “Por sorte um dos pilotos acabou abandonando a Liga e eu entrei no lugar dele. Joguei a parte final do campeonato e consegui bons resultados, o que me motivou a jogar a próxima temporada. O começo foi muito difícil, acabei tendo um desempenho ruim nas primeiras corridas, mas depois consegui me recuperar e vencer cinco corridas seguidas e conquistei o título”, disse o frederiquense.

Agora, o objetivo é fazer bonito também na categoria F1A, da GrandChelem, afinal, o hobby passou a ter cada vez mais uma dedicação maior. “No início do jogo estava levando como um hobby mesmo, mas com o passar do tempo acabei me dedicando bastante no jogo, criando uma rotina de treinos e tentando melhorar a cada dia”, contou o jovem a reportagem do jornal Folha do Noroeste. A família Binotto Martinazzo impulsiona os feitos o jovem que, aos poucos, também vai qualificando o equipamento de trabalho. Já há planos para que Alexandre deixe de utilizar o controle, e passe a ter uma experiência real com um simulador mais próximo do ideal. “Acho que dá para levar como algo mais profissional, mas ainda tenho muito que aprender dentro do jogo e fora dele”, disse.

Nesta temporada, a competição será disputada em oito pistas e, em razão da participação de pilotos portugueses e americanos, o horário das corridas deve coincidir para que todos tenham disponibilidade. Portanto não é incomum ter provas às 23h, no horário de Brasília. A novidade neste ano é que todos os pilotos terão direito a voto para selecionar as pistas da competição.

Conforme evolui no e-sport, Alexandre também passará a produzir conteúdo também em seus canais digitais, principalmente no Twitch, já que, se bem ranqueado, é possível monetizar o produto ofertado digitalmente. Você também pode acompanhar o crescimento de Alexandre Binotto Martinazzo no e-sport!

Clique aqui para acessar o canal do frederiquense na Twitch.