A taxa de ocupação dos leitos de unidades de terapia intensiva (UTIs) públicos e privados em Porto Alegre neste domingo (11) é de 80,86%, segundo consulta ao painel de monitoramento da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) feita às 16h30min. Há duas semanas, a taxa era de 84,27%. A Capital tem 311 pacientes internados em UTI por covid-19 neste domingo, 12% a menos do que há 14 dias, quando 353 pessoas ocupavam leitos em estado grave.

Das 18 instituições monitoradas pela SMS, uma está operando acima da capacidade: o Hospital Ernesto Dornelles, com 112% de ocupação na UTI. Há duas semanas, eram três instituições nessa situação. E mesmo com a queda no indicador geral, seis hospitais seguem com 90% ou mais dos leitos de UTIs ocupados, além do Ernesto Dornelles: Hospital de Pronto Socorro (90%), Cristo Redentor (96,55%), São Lucas (91,53%), Moinhos de Vento (94,74%) e Nossa Senhora da Conceição (97,33%).

Até o momento da consulta à ferramenta da SMS, o Hospital Porto Alegre, o Santa Ana e o Beneficência Portuguesa ainda não tinham atualizado os dados.

Mesmo com a melhora nos índices de lotação, as UTIs da Capital continuam com alta demanda de atendimento. São 950 leitos operacionais na cidade, dos quais 731 estão ocupados por pacientes (covid e não covid) e 46 estão bloqueados para que sejam feitos procedimentos de desinfecção ou manutenção. Isso dá à Capital, neste domingo, 173 leitos livres. 

 

*Com informações da GZH