Como diria o narrador Celso Santos, durante uma transmissão esportiva do Complexo Luz e Alegria, “o árbitro apita e paralisa a partida”. Bem, não foi o árbitro que trilou o apito e interrompeu o jogo ou narrador que entendeu errado. A pandemia da Covid-19 parou tudo. Tudo mesmo! O esporte, o contato com as pessoas, os sonhos, a vida de milhares de pessoas e outras milhares de pessoas que foram atingidas nestes dois anos por causa do vírus. 

As atividades sociais e esportivas ficaram para depois por causa do contágio. Agora, com a situação da pandemia praticamente controlada, o mundo pós-pandemia começa a se “se desenhar” com a volta das atividades presenciais. Esta retomada das atividades será marcada por um golaço, com direito a uma “triangulação” envolvendo administração de Frederico Westphalen, Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer e de professores “formados” na categoria de base do bairro São Francisco de Paula.

Essa tabelinha protagonizada por este “quadrado mágico” originou este golaço chamado de Programa Escolinha Municipal de Futsal “Primeiro Passe”. Esse projeto foi lançado no sábado, 18, e tem como principal objetivo, auxiliar na formação de crianças e jovens com idades entre 7 a 16 anos. Inicialmente, a ação será realizada no ginásio da Escola Irmã Odila Lehnem, no bairro São Francisco de Paula, onde os professores Roberto da Silva (o Baixinho) e Fausi Rangel irão ensinar de forma gratuita a modalidade futsal. 

As aulas acontecem três vezes por semana e o projeto conta atualmente com 175 crianças – entre meninos e meninas da faixa etária estipulada pela Secretaria de Esportes. Para integrar esse projeto, a criança ou adolescente deve estar matriculado(a) regulamente nas escolas públicas do município – rede municipal ou estadual. Nesta primeira etapa, apenas crianças de famílias carentes estão sendo atendidas por essa ação. 

Após o lançamento oficial em suas redes sociais, o vice-prefeito e prefeito em exercício de Frederico Westphalen, João Vendruscolo, comemora essa iniciativa, que é uma das primeiras atividades voltadas a incluir crianças em situação de vulnerabilidade dentro deste projeto esportivo. “Iniciamos um projeto muito bacana de inclusão social aqui na Escola Irmã Odila Lehnem, que é o programa Primeiro Passo. É totalmente gratuito e contará com o apoio da Secretaria de Esportes, através do Renato Kreitmeier, dos representantes do bairro São Francisco de Paula, os professores Baixinho e Fausi, que foram os grandes parceiros nossos nesse projeto”, comemorou Vendruscolo. 

Formação

O professor Roberto da Silva (o Baixinho) destaca que este Primeiro Passe será o primeiro de muitos, tanto na vida como desportista quanto na vida pessoal de cada aluno. “Este é o primeiro passe de muitos outros. Tenho certeza que escolinha é voltada à formação do cidadão primeiro, depois à formação do atleta. Esperamos contribuir de alguma forma para ajudar futuramente na carreira de um jogador ou jogadora de futebol, quanto na vida particular de cada um. Vamos trabalhar bastante a parte disciplinar. A gente vai realizar esse projeto da melhor forma possível”, disse Baixinho.

Já o professor Fausi ressalta que é um prazer fazer parte deste projeto e agradeceu à administração frederiquense pela confiança e pela oportunidade. “É um prazer imenso participar deste projeto. Quero agradecer à prefeitura, através do João e do Renato, o professor Baixinho, por poder realizar esse projeto no bairro onde me criei. Quero influenciar essas crianças, principalmente, na educação delas. Como disse o Baixinho, futebol é secundário. Então, eu quero que sejam pessoas melhores com os pais, com os professores e que eles tenham muita vontade de aprender, porque nós temos muita vontade de ensinar”, disse Fausi. 

O Passe de muitos!

A bola já rolou para o primeiro passe que foi em direção ao bairro São Francisco, e o segundo passe será uma “tabelinha” com os outros bairros frederiquenses. Além do futsal, outras modalidades serão realizadas como o futebol Society e futebol de areia. Essas duas quadras iniciaram com duas obras no Parque de Exposições Monsenhor Vitor Batistella. De acordo com o secretário de Esportes de FW, Renato Kreitmeier, os campos terão tamanho oficial e irão contar com arquibancadas, vestiários e iluminação. 

O projeto da quadras foi aprovado pela Secretaria de Esportes do Rio Grande do Sul, que repassará R$ 600 mil e terá contrapartida de R$ 180 mil do município. “A escolinha Primeiro Passe vem com esse grande propósito, de escrever história em Frederico Westphalen. Com a nossa escolinha, a inclusão das crianças e adolescentes no esporte dará uma melhor qualidade de vida a eles”, disse Kreitmeier. 

Sobre a inclusão através do esporte, Renato Kreitmeier avalia que o projeto vai gerar grandes oportunidades às crianças e jovens que vivem em situação de vulnerabilidade social, e que passam a ser assistidas pela Secretaria de Esportes de Frederico Westphalen. “O esporte é um grande instrumento de resgate para as crianças e adolescentes, principalmente, para as que possuem menos acesso. Queremos integrar pessoas, combater desigualdades e aumentar a qualidade de vida desses jovens. Talvez formaremos atletas, faremos jovens amantes do esporte, mas nosso objetivo é formar cidadãos e, certamente, teremos esse retorno positivo”, finalizou o secretário Renato Kreitmeier.