A recém-nascida arremessada de um  ônibus pela mãe no final do mês passado em Panambi, no noroeste do Estado, teve alta hospitalar na terça-feira (27). A bebê estava internada desde o dia 30 de junho no Hospital Vida & Saúde, em Santa Rosa. 

Durante a internação, ela permaneceu durante 24 dias na UTI Neonatal e três dias na UTI Pediátrica da instituição. De acordo com os médicos, a recém-nascida, que estava sendo chamada de Ana Vitória pela equipe, recebeu alta com uma melhora significativa e progressiva em relação ao quadro clínico inicial, mas não é possível determinar se haverá sequelas futuras.

A bebê, encontrada dentro de uma sacola com hipotermia e hematomas pelo corpo, seguiu aos cuidados do Conselho Tutelar de Panambi. Além disso, ela deve manter acompanhamento clínico continuado com equipe multiprofissional, incluindo avaliações regulares com neuropediatras.

A mãe da menina, que não teve a identidade divulgada, tem 20 anos e foi localizada e detida pela Brigada Militar (BM) de São Luiz Gonzaga no dia 1º de julho. A mulher estava em uma casa no município de Dezesseis de Novembro. 

Ela chegou a ser ouvida pela Polícia Civil e contou que entrou em trabalho de parto dentro do ônibus e que não sabe quem é o pai da criança, motivo que a levou a jogar a bebê pela janela. No banheiro e em um dos assentos foram encontradas manchas de sangue. Ela foi denunciada por tentativa de homicídio pelo Ministério Público. 

*Com informações da GZH