Quando da época em que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas) enfrentava vários impasses para iniciar seu funcionamento, a comunidade de Frederico Westphalen e regional imaginava os benefícios que o serviço poderia trazer quando entrasse em funcionamento. Porém, ainda não era possível mesurar, de fato, quão importante é poder contar com a estrutura em plena operação para desafogar, por exemplo, o Pronto Socorro do Hospital Divina Providência (HDP), que já não conseguia assimilar toda a demanda de urgências e emergências.

Em um ano de funcionamento, desde sua abertura, entre 15 de março de 2021 até 15 de março de 2022, foram realizados mais de 40 mil atendimentos na unidade. O serviço também executou mais de 46 mil procedimentos neste período, atendendo pacientes de 120 municípios. Foram realizados 1.174 verificações de pressão arterial; 5.946 exames de raio-x; 3.211 exames de eletrocardiograma; 39 procedimentos ortopédicos e 2.270 curativos.

 

 

Aumento de demanda

Nas últimas semanas, conforme a administração municipal, foi registrado um aumento na procura de pacientes por atendimentos na UPA 24 Horas, sendo a maioria com sintomas gripais. O volume de pacientes resultou em um período maior de espera pelo atendimento, o que resultou em uma medida de contratação de mais médicos e profissionais de saúde para suprir a necessidade.

Segundo o vice-prefeito de Frederico Westphalen, João Vendruscolo, a administração municipal entende que é necessária a contratação, pelo município, de mais profissionais para o atendimento à saúde básica, assim como para as situações de média e alta complexidade.

– Nós estamos intensificando, cada vez mais, buscando através de várias plataformas, novos profissionais médicos para atender a essa demanda. Conseguimos fazer o pagamento, de um valor maior, através da pessoa jurídica, flexibilizamos a possibilidade de contratar 20h ou 40h esses profissionais e colocamos três médicos na UPA durante o dia, pois antes eram dois de dia e dois para a noite.  É o médico que faz a consulta, solicita exames, fornece o diagnóstico e é o responsável pelo resultado de cura da população –, finalizou.