A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo confirmou nesta quarta-feira, 1° de dezembro, o terceiro caso da variante Ômicron no Brasil. Trata-se de um passageiro que chegou da Etiópia e no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, no sábado, 27 de novembro, quando testou positivo para Covid-19.

Ele foi testado no aeroporto e a amostra foi sequenciada geneticamente pelo Instituto Adolfo Lutz. Ainda segundo a secretaria paulista, o homem de 29 anos foi testado no aeroporto ao desembarcar no país e não apresentava sintomas. Ele é vacinado com as duas doses do imunizante da Pfizer e passa bem.

A gestão estadual também afirma que ele está em isolamento domiciliar desde o último sábado e é acompanhado pela vigilância do município de Guarulhos, local onde reside.

Outros dois casos

Nesta terça, 30 de novembro, o Instituto Adolfo Lutz já havia confirmado os dois primeiros casos de contaminação de Covid pela variante: um casal de missionários brasileiros, que mora na África do Sul e veio para São Paulo visitar familiares que residem na Zona Leste da capital paulista.

Eles não moram no Brasil e, por conta disso, não tinham registro de vacinação contra Covid-19 no país, mas receberam o imunizante de dose única da Janssen na África do Sul. Eles estão em isolamento, passam bem, apresentam sintomas leves e são monitorados pela Prefeitura de São Paulo.

O Brasil conta com outros, pelo menos, quatro casos suspeitos no Distrito Federal e Belo Horizonte, até o momento. 

*Com informações do Portal G1