A instrução do processo criminal que apura a morte de Kimberly Ruana Rückert, ocorrida no mês de abril, em Palmeira das Missões, teve sequência na terça-feira, 9. Duas testemunhas de acusação foram ouvidas por meio de carta precatória.

A mãe da jovem, Rejane Rückert, e Cleber Roesler foram ouvidos pelo juiz Marcos Luís Agostini, na presença de uma representante do Ministério Público, dos assistentes de acusação e advogados, além do suspeito de cometer o crime, Silmar Figueiró.

Segundo Clóvis Willms, que atua como um dos advogados assistentes de acusação, na próxima segunda-feira, 15, deverão ser ouvidas as demais testemunhas de acusação e serão iniciadas as oitivas das testemunhas arroladas pela defesa, na Comarca de Palmeira das Missões.

Cristiane Luza - policia@folhadonoroeste.com.br