A pandemia ainda não acabou e os cuidados para evitar o contágio pelo coronavírus continuam sendo muito importantes. Nessa semana, integrantes do Centro de Operações de Emergências (COE) se reuniram na Câmara de Vereadores com o promotor de Justiça, João Pedro Togni, e discutiram sobre a necessidade em reforçar, ainda mais, as campanhas de conscientização. A medida é necessária devido ao crescente número de novos casos e hospitalizações. Em Frederico Westphalen, mais de 2,2 mil pessoas já contraíram o coronavírus.

Segundo a secretária da Saúde, Tais Candaten, é extremamente importante que a população continue se protegendo. “Todos nós precisamos adotar e seguir com as medidas de segurança, mas as pessoas mais novas, que se deslocam mais, precisam redobrar essa atenção. Para os idosos e pessoas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e obesidade, orientamos que estejam atentos aos cuidados com a higiene e o distanciamento social, pois o vírus ataca os sistemas imunológicos mais fragilizados, com menos capacidade de defesa, o que faz com que a doença tenha efeitos mais graves”, explicou.

Conforme a diretora-geral do Hospital Divina Providência (HDP), Roselei Enderle, no início da pandemia, a casa de saúde disponibilizou dois leitos na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), porém, em virtude do aumento da demanda são disponibilizados, atualmente, quatro: um aumento de 100% na oferta de leitos de UTI. Além disso, o HDP tem à disposição 30 leitos clínicos e, hoje, estão sendo usados cinco, e pacientes de toda a região são atendidos no hospital.

“Já temos casos de pacientes de Frederico Westphalen que estão internados em hospitais de outros municípios pela falta de leitos, principalmente em UTI, em razão do agravamento do quadro da doença, devido ao alto número de infectados nas últimas semanas. Todos os profissionais do HDP trabalham incansavelmente diariamente para garantir o atendimento, o cuidado e a saúde da população. Pedimos que cada um faça a sua parte”, destacou.

Casos estão aumentando

Conforme o Departamento de Processamento de Dados do Gabinete Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (GMPEC) de Frederico Westphalen, do dia 12 de dezembro de 2020 até a última terça-feira, 12 de janeiro, houve aumento de 708 casos, passando de 1.437 para 2.145 pacientes confirmados com coronavírus. Isso representa um aumento de 49,2% no número de doentes ativos no período.

Com base nessas informações, a média é de 23,6 novos casos por dia.

As autoridades e profissionais da saúde pedem que as pessoas não façam parte de aglomerações em atrativos turísticos em Frederico Westphalen ou outros municípios da região, em loteamentos e estabelecimentos comerciais, e nem participem de festas e reuniões com pessoas de fora do grupo familiar.

“Sabemos que a pandemia vem causando um esgotamento físico e mental em todos nós, mas é necessário seguir com os cuidados e com a proteção. Precisamos continuar a conscientização sobre o Covid-19, pois essa é uma doença que não escolhe idade, sexo ou classe social, e os dados mostram isso. Precisamos, acima de tudo, nos conscientizar de que o HDP não atende apenas a população de Frederico Westphalen, mas pessoas de toda a região”, frisou Roselei.

*Com informações Ascom Prefeitura